Baionada quer dizer festa, comemoração, brincadeira de improviso, onde cantadores e público se reúnem no Sertão para uma noite de baião de viola. É o equivalente ao que chamamos na Zona da Mata de sambada.

Neste projeto, a viola sertaneja conduz as linhas melódicas das músicas em diálogo com a rabeca, ressignificando um dueto antigo da musicalidade nordestina e principalmente sertaneja. A liga harmônica fica a cargo do violão de sete cordas. Cocos, baiões e sambas dão a base rítmica do projeto.